Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alexandra Neto

Qua | 03.01.18

O ANO ANTI-TENDÊNCIAS ZARA


Aqui está a verdadeira resolução de "Moda" deste ano: fugir da Zara! 

Well, na verdade, isto já é algo que tenho vindo a praticar. E não se trata de - literalmente - fugir da Zara, ou sequer deixar de lá comprar. Trata-se de evitar as tendências extremamente massificadas que a Fast Fashion tão bem sabe fazer.


Recuemos ao ano de 2013 e ao caso Skort, a minha eterna referência. Neste ano ("nesta altura"), foi quase um caso isolado - era pré-Instagram, claro. Hoje em dia, ver uma peça da Zara/Mango/H&M em todo o lado, a toda a hora, é... O normal!

Gerou-se toda uma correria a TODAS as tendências: da própria marca, que é conhecida essencialmente por isto (e nós adoramos), mas também por toda a gente no geral. Vejo imenso isso na "Geração Instagram". Toda uma pressa por novidades, por usar o último grito. Mesmo que só apareça por ali uma vez e, arrisco-me a afirmar, fique arrumado a um canto.




Tudo já é tão rápido, tão fácil que... Já me cansa com a mesma rapidez e facilidade. Já nada é "especial", apenas tendência (e likes). E isso não é para mim! Atenção, nada contra. Cada um vive a moda e as compras como prefere. E, como todos sabem, eu adoro novidades, adoro consumir revistas, o New In da Zara, sites da especialidade - e abordo tudo aqui no blog! Só (já) não é a minha forma de consumir.

2018 vai ser all about qualidade, excelentes investimentos. Vejam mais, neste post. 

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.