Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alexandra Neto

Qui | 07.03.19

AS #3 IT BAGS DO MOMENTO

 

 

Nas últimas semanas relembrei-me de uma mudança muito importante no mundo dos acessórios de luxo: a nova estética da Chloé nas suas bolsas.

Confesso que não sei se a direcção criativa de acessórios mudou ou se, simplesmente, a marca decidiu dar um novo passo nesse sentido. E, dentro de várias marcas que o têm feito ultimamente, devo dizer que a Chloé e a Burberry são as que fizeram melhor (aliás, de forma mais apelativa). Mas não pensem que isto é toda uma "fresh wave" - ambas as marcas estão a voltar aos respectivos passados, cruzando informação de arquivo com os seus modelos best-sellers (ou, let's admitit it, de best sellers no geral - já repararam que as bolsas andam todas muito dentro do mesmo?....).

 

Anyway, por muito que sinta que as marcas emergentes estão (muito) mais à frente e mais apelativas que as de luxo, no que toca a este acessório (mas de sapatos também, btw), não há como negar que o estatuto, a qualidade e o investimento são melhores nestas marcas. Acho que hoje em dia é possível qualquer pessoa, que assim o deseje, ter uma boa bolsa (entre os saldos da Bimba y Lola e a linha de peles da Zara/Mango, as várias marcas emergentes e, claro, as de luxo - existem bolsas para... todos os bolsos!), mas uma bolsa de luxo é uma bolsa de luxo! Certo?

 

Bem, mas voltando ao assunto do post, o meu modelo preferido das novas Chloé:

 

45449670MW_23_f.jpg

 

A Mini C Bag é a minha preferida - mas, na verdade, todas as bolsas da linha C me agradam bastante!

 

No street style, principalmente no dia do desfile da marca, foram vistas um pouco por todo o lado. Mas, entretanto, nos principais canais de Youtube (e Instagram) de luxo, a real tendência é:

chanel it bag.jpg

 

A "Coco Handle" (nome não oficial) já estava a ser muito falada em 2018, mas sinto que explodiu neste início de ano!! Não há um vlog em lojas Chanel em que não apareça - ou não, porque muitas cores/tamanhos estão frequentemente esgotados. Confesso: sou fã do modelo! Mas em termos de investimento (isto porque é uma questão que me colocam frequentemente), pode não ser o melhor. Bem... Ou pode. Por um lado, ainda não é um modelo inflaccionado dentro da marca. Por outro, a qualquer momento, pode ser descontinuado (ou, simplesmente, perder a procura) e lá se vai. Mas, atenção, Chanel é SEMPRE um bom investimento a longo prazo - se têm dúvidas, espreitem os valores em sites de luxo em segunda mão.

 

 

 

 

 

Depois, não sendo exactamente "uma it bag", uma "it bag brand": a Loewe. Esta é uma das marcas com algumas das propostas mais cool dos últimos tempos - e tem o plus de serem reconhecidas mas, ao mesmo tempo, não serem minimamente 'curriqueiras' (e ninguém quer ter esse sentimento em relação ao luxo). Jonathan Anderson é o génio Director Criativo por trás do renascimento da marca espanhola - e, claro, também vale MUITO a pena espreitarem a sua própria marca, JW Anderson.

 

00001PFW_DAY4_Vogueint_1mar19_credit_Jonathan-Dani

 

OKK PFW-FW19-20-Collage_Vintage-SM-39.jpg

 

Preciso desenvolver que fico horas a namorar a cesta da marca? Não, pois não? A epítome do luxo aplicado nos acessórios mais simples (e rústicos).

 

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.